fbpx

O sangramento mensal das mulheres, mais o incômodo q algumas sentem, nos faz lembrar da condição feminina em geral. Tudo isso traz dentro de si uma reflexão: como você se sente com relação a ser mulher? É doloroso ser mulher no meio em q você vive? Na sua família, as mulheres estão em desvantagem com relação aos homens em termos de direitos?
.
Há outra questão: muitas vezes a dor é usada como forma de barganha. Quando estou doída, posso receber mais atenção, ser notada e, quem sabe, mimada como nunca fui quando estava bem. Vemos este tipo de situação em diversos casos de dor, não só em cólicas dolorosas q especialmente acometem mulheres. Vemos em pessoas com dores crônicas diversas. Mas especialmente no caso das mulheres, pode ser um modo de finalmente ser cuidada, de receber um carinho q não receberam em outros tempos. Muitas mães, calejadas por suas dores internas, menosprezam o sofrimento das filhas em diversos tipos de situações. Na menstruação, não é diferente: “Menstruação é isso mesmo! Aguente! Quem mandou nascer mulher?” A menina, então, entende q a dor faz parte de sua condição feminina e a encara como fatalidade, muitas vezes, nem procurando ajuda, afinal “ser mulher é sofrer”! Por amor, as mulheres da família vão repetindo estes padrões sem questionar.
.
Em geral, a condição de mãe e de mulher sempre tem relação com o tema de entrega, de doação e da geração de vida. Mesmo hoje em dia, ser mulher é mais difícil do q ser homem, pois o mundo feminino tem muito mais implicações.
.
“Sangrar” também quer dizer “pagar” em português: quando fazemos uma retirada no caixa, dizemos q estamos fazendo a “sangria”. Assim, menstruação dolorosa também quer dizer um tributo penoso q se paga à condição feminina. Ainda hoje as mulheres sofrem as consequências de “sua revolta corajosa no paraíso”. As filhas de Eva (ou seriam de Lilith?) ainda têm q parir (e menstruar) em meio à dor.
.
Vc pode mudar este padrão. Talvez não saiba, mas muitas mulheres nunca tiveram cólicas menstruais. Conte aqui p/ as manas se vc tbm é uma dessas.
.
Feminalis (Minas) pode ajudar nesse processo, mas procure um profissional q possa tratar suas questões.

Categoria:

Nenhuma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *